Música italiana – Vasco Rossi

Ciao a tutti!!!vasco rossi

Há algum tempo publiquei um post sobre Vasco Rossi no Dicas de Italiano. Hoje de manhã, assim que acordei, ouvi em uma rádio do Ticino uma de suas canções mais conhecidas chamada “Alba chiara”, que coloco aqui em baixo para vocês com uma possível tradução/versão, espero que gostem.

Respiri piano per non far rumore você respira devagar para não fazer barulho
ti addormenti di sera e ti risvegli col sole adormece à noite e acorda com o sol
sei chiara come un’alba, sei fresca come l’aria você é clara como o nascer do sol, fresca como o ar
diventi rossa se qualcuno ti guarda fica vermelha se alguém te olha
e sei fantastica quando sei assorta e é fantástica quando está absorta
dai tuoi problemi, dai tuoi pensieri nos seus problemas, nos seus pensamentos
Ti vesti svogliatamente te veste de qualquer jeito
non metti mai niente che possa attirare attenzione nunca coloca nada que possa chamar a atenção
in particolare, solo per farti guardare em especial, só para que te olhem
respiri piano per non far rumore você respira devagar para não fazer barulho
di addormenti di sera e ti risvegli col sole adormece à noite e acorda com o sol
sei chiara come un’alba, sei fresca come l’aria você é clara como o nascer do sol, fresca como o ar
diventi rossa se qualcuno ti guarda fica vermelha se alguém te olha
e sei fantastica quando sei assorta e é fantástica quando está absorta
dai tuoi problemi, dai tuoi pensieri nos seus problemas, nos seus pensamentos
Ti vesti svogliatamente te veste de qualquer jeito
non metti mai niente che possa attirare attenzione nunca coloca nada que possa chamar a atenção
in particolare, per farti guardare em especial, para que te olhem
e con la faccia pulita e com a cara limpa
cammini per strada mangiando una mela você caminha pela estrada comendo uma maçã
coi libri di scuola ti piace studiare com os livros de escola, você gosta de estudar
non te ne devi vergognare não precisa se envergonhar
E quando guardi con quegli occhi grandi E quando você olha com aqueles olhos gandes
forse un po’ troppo sinceri, sinceri talvez demasiado sinceros, sinceros
si vede quello che pensi, quello che sogni percebe-se o  que você pensa, o que você sonha
e qualche volta fai pensieri strani e às vezes pensa coisas estranhas
con una mano una mano ti sfiori com uma mão, uma mão você se toca
sola dentro la stanza sozinha dentro do quarto
e tutto il mondo fuori e todo o mundo do lado de fora

Arrivederci e buon ascolto!

Achille Campanile – L’arte di fare le valigie

baggage_1.jpg

L’arte di fare le valigie

Quella di fare le valigie è una cosa meno semplice di quanto si creda. L’idea sarebbe di mettere tutto a portata di mano; cioè, tutto negli strati superiori, lasciando vuoto, per conseguenza, il fondo della valigia.

Filippo era uno di quelli che si vantavano di saper fare le valigie. Ed era vero. Egli, per esempio, metteva sempre nella valigia due spazzolini da denti.

“Non si sa mai,” diceva “ci potrebb’essere uno scontro ferroviario; si rompe uno spazzolino, resta l’altro.”

Che sciocchezza! In uno scontro ferroviario, se si rompe uno spazzolino, è molto probabile che si rompa anche l’altro. Capiremmo se nella valigia si mettesse addirittura una dozzina di spazzolini per i denti. Allora, per quanto grave possa essere lo scontro ferroviario, c’è sempre la speranza di salvarne almeno uno. Ma anche questa è una sciocchezza: se lo scontro ferroviario non avviene? Che se ne fa uno di dodici spazzolini da denti?

“Conobbi per l’appunto un tale” disse Filippo mentre riempiva la valigia “che non viaggiava mai con meno di trenta spazzolini per i denti, in previsione di scontri ferroviari. Ebbene, una volta lo scontro avvenne e la precauzione apparve assolutamente inutile.”

“Non si salvò nemmeno uno degli spazzolini del vostro amico?” chiese Battista impressionato.

“No,” disse Filippo “non si salvò nemmeno uno dei suoi denti. Mentre per colmo di sciagura, gli spazzolini si salvarono tutti.”.

(Achille Campanile, Se la luna porta fortuna. Rizzoli, Milano.)

achille_campanile[1]

Achille Campanile, (Roma, 28 settembre 1988 – Lariano, 4 gennaio 1977), è stato uno scrittore, drammaturgo, sceneggiatore e giornalista italiano, celebre per il suo umorismo surreale e i giochi di parole.
(Fonte: Wikipedia)

Glossario

1) a portata di mano = às mãos

2) che si vantano = que se gabam

3) due spazzolini da denti = duas escovas de dente

4) ci potrebb’essere = poderia haver/ocorrer

5) che sciocchezza! = que bobagem!

6) scontro ferroviario = acidente ferroviário

7) una dozzina = uma dúzia

8) ebbene = ora, pois bem

9) per colmo di sciagura = por um azar do destino

Rispondete

1) Il testo di Campanile può essere considerato comico o tragico? Perché?

2) Quali sono le cose essenziali da mettere nella valigia?

3) Qual è, secondo te, il mezzo di trasporto più sicuro per spostarsi?

4) Sei mai stato(a) all’estero? Dove?

5) Quale paese ti piacerebbe conoscere? Perché?

Algumas expressões idiomáticas com os vocábulos “aglio” e “aglietto”

Ciao ragazzi! Come va?

No nosso post de hoje falaremos dos vocábulos italianos “aglio” e “aglietto” e de algumas expressões idiomáticas em que são usados, tentando achar, se possível, uma tradução/solução na língua portuguesa. Gostaria de lembrá-los que o estudo de uma língua vai muito além das regras gramaticais com as quais todos os estudantes se deparam em qualquer curso de idiomas e, principalmente, na universidade.

aglio

O alho (aglio), como sabemos, é uma planta originária da Ásia Central. Nas suas diferentes variedades, é amplamente usado na culinária e na medicina. Entretanto, em senso figurado, faz parte de algumas expressões idiomáticas, como veremos a seguir:

a – Consolarsi con l’aglietto – resignar-se a uma perda, um fracasso, um investimento equivocado, considerando-se já com sorte por não ter sido pior. No passado, as colheitas eram muito mais expostas a riscos em relação aos tempos atuais, com muita frequência se perdia tudo. Os agricultores que sustentavam a família, com os lucros do que haviam plantado, podiam considerar-se felizardos por terem conseguido salvar pelo menos o alho! Não sei se concordam, mas me lembrei de uma expressão que minha mãe usava com muita frequência que dizia “vão-se os anéis e ficam-se os dedos“. De qualquer forma, creio que a tradução com o verbo pronominal resignar-se seja uma boa solução, concluindo com “vão-se os anéis e ficam-se os dedos”. O que acham?

Alla fine di tutto Anna si è dovuta consolare con l’aglietto, sarebbe potuta andare molto peggio. No fim de tudo, Ana teve que se resignar, poderia ter sido muito pior. Vão se os anéis e ficam-se os dedos!

 garlic-600x357

b – Mangiare l’aglio – ser obrigado a aceitar uma situação desagradável, como se tivesse que comer um alho. Creio que podemos traduzir como “ser obrigado a engolir sapos/o sapo“.

Stamattina sono arrivata al lavoro in ritardo e il mio capo me ne ha dette di tutte i colori. Ho dovuto mangiare l’aglio senza dire nulla. Hoje de manhã, cheguei atrasada ao trabalho e meu chefe soltou os cachorros em cima de mim. Tive que engolir o sapo sem dizer nada.

c- Ti saprà d’aglio –  exclamação que se diz (ou praga que se roga) a quem se apropriou indevidamente de alguma coisa em detrimento de outras pessoas, desejando que a ação lhe saia pela culatra, ou seja, “che ti sappia d’aglio!“. Duas soluções em português seriam: “você vai se arrepender disso” e “tomara que você se dane!”.

d – Un mazzo d’agli – algo de pouco valor, não agradável. Normalmente é usado para definir uma recompensa, um presente, um ganho ou um resultado que se demonstrou decepcionante. Pensei na expressão “presente de grego“, que nos dá, mais ou menos, a mesma ideia.

– Cosa ti ha regalato tuo marito nel giorno di San Valentino?

Un mazzo d’agli!

– Cosa?

– Non ci crederai … un grembiule per cucinare!

– O que o seu marido lhe deu de presente no dia dos namorados?

Um presente de grego!

– O quê?

– Você não vai acreditar…um avental para cozinha!

Por hoje é tudo, espero que tenham gostado do post. Se tiverem sugestões com respeito à tradução das expressões, deixem nos comentários.

Arrivederci e buono studio!

 

Musica italiana – Claudio Baglioni

Claudio-Baglioni-2

Ciao, ragazzi!

Vi presento un cantante italiano che, dopo tanti anni di carriera, fa ancora tantissimo successo in Italia. Il suo nome è Claudio Baglioni, nato a Roma il 16 maggio 1951. In mezzo a tante canzoni famose, ho scelto “A modo mio”, che ho tradotto in lingua portoghese (la mia lingua materna). Spero che vi piaccia!

A modo mio
Do meu jeito
(Claudio Baglioni)

Io nella vita ho fatto un po’ di tutto Eu na vida fiz de tudo um pouco
non so se ho fatto poco oppure tanto não sei se fiz pouco ou muito
non sono stato un santo e questo lo sa pure Dio não fui um santo e isso até Deus sabe
lo sa pure Dio até Deus sabe
ho camminato con la pioggia e il vento caminhei com a chuva e o vento
ho riso spesso e qualche volta ho pianto ri muitas vezes e algumas vezes chorei
e cento e mille volte son rimasto solo io e cem mil vezes fiquei
ma me la son cavata mas sempre me virei 
sempre a modo mio sempre do meu jeito
a modo mio do meu jeito
a modo mio do meu jeito
a modo mio do meu jeito
che tu ci creda o no que você acredite ou não
a modo mio do meu jeito
a modo mio do meu jeito
a modo mio do meu jeito
avrò sbagliato ma talvez tenha errado mas
a modo mio do meu jeito
e tu che sei comparsa tutto a un tratto e você que apareceu assim de repente
e in un momento hai colorato tutto e em um momento coloriu tudo
tu sei diversa sei importante ed ho paura io você é diferente, é importante e eu tenho medo
ho paura io eu tenho medo
e chissà se ci riuscirò e quem sabe se eu conseguirei
a dirti che te dizer
ti amo a modo mio te amo do meu jeito
a modo mio do meu jeito
a modo mio do meu jeito
per una volta ancora mais uma vez
a modo mio do meu jeito
a modo mio do meu jeito
a modo mio do meu jeito
poi sei venuta tu depois veio você 
amore mio meu amor

Arrivederci e buon ascolto!

Claudia V. Lopes

In cucina

Ciao ragazzi! Oggi arricchiremo il nostro vocabolario con alcuni termini della cucina, siete pronti?

Ascoltate l’audio alla fine del testo!

collage_cucina

 

collage_1

Italiano                                                                                Portoghese

apribottiglie abridor de garrafa
tagliere tábua  de cortar
cavatappi saca-rolhas
padella per friggere frigideira
grattugia ralador
spremitore espremedor
carta stagnola papel laminado
bilancia da cucina balança de cozinha
mestolo concha
ciotola per mescolare tigela
presina pegador de panela
guanti da forno luvas  de forno
matterello rolo
pentola panela
setaccio peneira
apriscatole Abridor de lata
vassoio bandeja
frusta da cucina batedor de claras/fouet
cucchiaio di legno colher de pau

Una nuova ricetta

sfogliata-rucola-e-salsiccia-crop-4-3-489-370

(crediti: Sale e Pepe)

Anna: Carlo, oggi preparerò una nuova ricetta.

Carlo: Che bello! Ti posso aiutare?

Anna: Certo! Prendimi una ciottola grande per mescolare tutti gli ingredienti.

Carlo: Eccola! Ti serve anche la bilancia?

Anna: Sì. Mi servono anche la carta stagnola, la grattugia, il tagliere e il matterello.

Carlo: Ma come si chiama questa nuova ricetta?

Anna: Sfogliata rucola e salsiccia!

Carlo: Caspita! Non vedo l’ora di assaggiarla!

 Un’ora dopo

Carlo: Sembra buonissimo, e che profumino!

Anna: Aspettiamo che si raffreddi, altrimenti ci bruciamo la lingua.

Carlo: Nel frattempo, apro una bella bottiglia di vino. Dov’è il cavatappi?

Anna: Dentro il primo cassetto dell’armadio in cucina.

Carlo: Non riesco a trovarlo…

Anna: Aspetta un momento che vengo io a cercarlo. Eccolo qui!

Carlo: Ops! Era proprio sotto il mio naso …

Ascoltate l’audio!

 

Arrivederci e buono studio!

Claudia Valeria Lopes

Se il post vi è piaciuto, fatecelo sapere nei commenti!

 

 

 

O substantivo em italiano: primeira parte

 

Al mercato delle pulci

milano-domenica-mercatino-delle-pulci

(Mercato delle pulci – Milano – crediti: WEB)

  • Scusi, questo che cos’è?
  • È una radio, signora!
  • Ah! E questo?
  • Una clessidra.
  • Lei ha cose antiche molto belle nella sua bancarella, ma adesso ho un po’ di fretta. Ritornerò più tardi, spero di ritrovarla.
  • Sarò qui fino alle 15:30.

P.S. Mercato delle pulci – Mercado das Pulgas (Brasil), Feira da Ladra (Portugal)

O substantivo, ou nome, é a palavra que indica, normalmente, um elemento que pertence às seguintes categorias: pessoa, animal, coisa, lugar, ideia ou conceito. Por isso, é necessário sabermos o gênero das palavras (genere delle parole). Na língua italiana, assim como na língua portuguesa, existem somente duas possibilidades: masculino ou feminino. Contudo, é muito importante observar a terminação das palavras, ou seja, a desinência (desinenza), pois é ela que nos dá todas as informações necessárias sobre o gênero.

maschile

-0

femminile

-a

radio (rádio)

orologio (relógio)

tavolo (mesa)

quaderno (caderno)

negozio (loja, negócios)

casa (casa)

clessidra (ampulheta)

amica (amiga)

bocca (boca)

cosa (coisa)

Todavia, há também um grupo bem vasto de substantivos que terminam em –e, que podem ser masculinos ou femininos:

       maschile                                                                         femminile

e

pesce (peixe)

fiume (rio)

nome (nome)

chiave (chave)

luce (luz)

gente (gente)

Em muitos casos, o sufixo (sufisso) pode dar algumas informações sobre o gênero dos substantivos terminados em –e:

  • GERALMENTE, são masculinos os substantivos que terminam em –ore,      –one, –ale, –ile: furore (fúria), pallone (bola, jogo de futebol), giornale (jornal), fucile (fuzil);
  • GERALMENTE, são femininos os substantivos que terminam em –ione,      –ie: supervisione (supervisão), specie (espécie).

Ouça o áudio com a pronúncia:

Bibliografia:

 

1 –  DARDANO, Maurizio e TRIFONE, Pietro. Parole e Frasi. BolognaZanichelli Editore Spa, 1985.

2 – COLOMBO, Federica. Grammatica e Pratica. Recanati, Eli editore, 2006.

 

 Arrivederci e buono studio!