Carta aos leitores

Olá a todos! Com certeza muitos de vocês já me conheçam como colaboradora do Dicas de Italiano, de cujos posts sou responsável já há algum tempo. Antes de tudo, gostaria de falar um pouco de mim: me chamo Cláudia Lopes, sou carioca, mas moro há 15 anos no exterior. Morei por 7 na Itália e desde 2009 vivo em Zurique, Suíça. Sou formada em letras (português-italiano) pela URFJ, universidade que carrego, até hoje, no coração.

venezia - lontano non esiste

(Veneza – créditos da imagem: Lontano non esiste)

Apesar da distância do meu país, nunca me afastei da minha cultura e, sobretudo, da minha língua. No período em que vivi na Itália, tive a oportunidade de trabalhar como leitora de língua portuguesa na Università degli Studi di Bari. Confesso que foi uma experiência suis generis, porque fui solicitada a ensinar a variante europeia do português, ou seja: tive estudar primeiro para poder ensinar, pois eu nada sabia da língua portuguesa falada em Portugal, e muito menos da cultura. No fundo, essa constatação não deixava de ser inusitada. Afinal, a língua portuguesa falada no Brasil é herança do colonizador, do qual nos distanciamos em modo significativo, a ponto de nada sabermos em relação aos patrícios. Na verdade, não é que não saibamos o quanto da cultura portuguesa está inserida na cultura brasileira, não nos damos conta. Quem sabe algum dramaturgo resolve fazer uma novela sobre Portugal, assim como fizeram sobre a Itália?

Fontana_di_Trevi_di_notte - wikipedia

(Fontana di Trevi – créditos da imagem: Wikipedia)

Além de professora de português e italiano, sou também tradutora há mais de 15 anos. Traduzo do inglês e do italiano para português e, dependendo do texto, do português para o italiano. No momento, estou às voltas com o alemão, que exige de mim muito estudo e muita dedicação, não por ser uma língua difícil como se costuma dizer, é só diferente. Uma língua estrangeira é como um amigo: temos que aceitar do jeito que é.

A língua italiana para mim, há muito, é como se fosse a minha segunda língua. Em casa, Sofia, minha filha, fala italiano com o pai, que é italiano, português comigo e, claro, alemão na escola e com os amigos. Vivemos um situação linguística rica, pois Sofia é perfeitamente trilíngue.

Torre di Pisa

(Torre di Pisa – créditos da imagem: Wikipedia)

Affresco Italiano, como já devem ter percebido, será um espaço para o estudo/aprendizagem da língua e da cultura italianas, em seu sentido mais amplo. Seguirei, mais ou menos, a linha de trabalho que tenho desenvolvido no Dicas de Italiano, para o qual continuarei a escrever. Recentemente, abri também um blog dedicado ao ensino/aprendizagem do português brasileiro para falantes de italiano, Claudia Lopes – Idiomi e Traduzioni, se puderem, passem por lá também!

Um grande abraço a todos e até breve com tantas novidades!

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

w

Connessione a %s...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.